Caçapava do Sul

Prefeitura atende famílias vítimas de alague: mais de 27 pedidos foram registrados

 

Foto: Divulgação/Prefeitura

A Prefeitura Municipal de Caçapava do Sul está desde o domingo (15), após o temporal que alagou dezenas de casas no município, prestando assistência às famílias que sofreram diversos danos materiais.

Equipes da Assistência Social, Obras, Seagropic, Fazenda, Planejamento, entre servidores de outras pastas, fazem parte da Sala de Atendimento Especial criada para atender as demandas após o temporal, seja no resgate de material danificado, na limpeza e desobstrução de ruas, bueiros, ou mesmo no recolhimento e doação de materiais que estão sendo entregues às vítimas.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, responsável pelo cadastro das famílias vítimas dos alagues, 27 famílias registraram o pedido de auxílio, seja para recuperar bens ou mesmo solicitar recolhimento de móveis e doação de materiais, móveis, roupas, alimentos e produtos de limpeza.

A Secretaria de Obras, que está trabalhando em conjunto com a Seagropic para recuperação destas vias, tubulações e para dar acessibilidade aos locais mais atingidos e recolher o lixo deixado e o lixo encontrado nos bueiros, informou que os principais pontos de alagues foram nas ruas Riachuelo (Centro) e Esperanto (Passinho da Aldeia), que trata-se da mesma galeria de escoamento, além das Vila Batista, Cidade Jardim, bairro Floresta e Faxinal.

Além da equipe de Atendimento Especial, o prefeito Giovani Amestoy esteve ontem (14) no fim do dia no Passinho da Aldeia, local que sofre há mais de 20 anos com alagues e onde neste temporal teve ao menos 9 registros de casas alagadas com perda total. Amestoy e sua equipe conversaram com moradores e fizeram entrega dos primeiros materiais como roupas, cestas básicas e colchões, fruto de doação da população que se sensibiliza com as famílias vítimas dos alagues.

Nesta terça (15) o prefeito esteve novamente com sua equipe no local, acompanhado de Nilvo Torres, adjunto da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, engenheira Civil Helmes Santana e com o Secretário adjunto de Obras, Vitalino da Rosa (que estava de férias e retornou domingo para auxiliar) conversando com moradores para fazer a recuperação da tubulação e rua do local até que o Governo Federal libere o recurso conquistado em Brasília (R$3 milhões) e que se dê início a recuperação da Galeria do Passinho. A medida é para evitar novos alagues haja vista a previsão de mais temporais nesta semana.

Quem quiser ajudar as pessoas que sofreram danos com as chuvas pode doar roupas, alimentos, produtos de limpeza, colchões, cobertores, utensílios domésticos, no Ginásio de Esportes Dr. Ciro Carlos de Melo o (Melão), ou solicitar a retirada pelo telefone da Secretaria de Assistência Social (55) 3281-4080.

Comunicação da Prefeitura / Caçapava do Sul




Topo