Justiça

Hoje é o último dia para aumentar o FGTS com ação judicial

Ingresso com ação judicial é válido somente para quem trabalhou de 1999 a 2013

Por Eduardo Schneider
13/11/2019 09:40
 

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Os trabalhadores quem tiveram carteira assinada em algum período entre os anos de 1999 a 2013 podem entrar na Justiça para tentar aumentar a correção do dinheiro do FGTS. No entanto, é preciso se apressar. O prazo final para ingressar com uma ação termina nesta quarta-feira, dia 13.

Conforme o advogado Luciano Pavanatto, é possível atender os contribuintes que desejaram entrar com a ação até às 18 horas. “O importante é que os contribuintes que desejaram ingressar procurem seu advogado de confiança. Lembrando que o extrato do FGTS se obtém pelo aplicativo ou pelo site da caixa”, ressalta.

Após essa data, o direito de entrar com a ação prescreve. Mesmo quem já sacou os recursos do FGTS ou já é aposentado pode pedir na Justiça o valor a mais a que teria direito. As ações são movidas contra a Caixa Econômica Federal, que é quem administra o Fundo de Garantia.

De acordo com informações do Uol, o dinheiro do FGTS atualmente é corrigido pela TR (Taxa Referencial), mais juros de 3% ao ano. No entanto, muitas vezes, essa correção não cobre a inflação. Esta perda faz com que, cada vez mais, haja ações judiciais pedindo para trocar a TR por um índice de inflação —o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) ou IPCA-E (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Especial).


Por Eduardo Schneider

Farrapo




Topo