Saúde - Estado

Máscaras de proteção ao coronavírus são confeccionadas em presídios do RS

Por farrapo.rs
30/03/2020 14:04
 

Foto: Divulgação
Apenadas do Presídio Feminino de Lajeado e do Presídio Feminino de Torres iniciaram a confecção de máscaras de tecido para serem doadas a servidores da segurança pública, como forma de proteção à pandemia do coronavírus.

Conforme a Susepe, em Lajeado, seis apenadas estão trabalhando nessa ação. A oficina parte de um projeto de trabalho prisional já existente, por meio do qual foram adquiridas máquinas de costura através de verba da Vara de Execuções Criminais de Estrela.

Em Torres, a Susepe informou que seis detentas estão trabalhando na produção dos equipamentos. Duas voluntárias da Pastoral Carcerária ensinam as presas a costurar e verificam a qualidade do produto finalizado. O objetivo é que, nos próximos dias, outras quatro máquinas de costura sejam instaladas para que se consiga o total de dez apenadas trabalhando. A previsão é fazer inicialmente 1000 unidades, que serão destinadas a servidores penitenciários da 1ª Região.

As máscaras produzidas em Lajeado serão também serão utilizadas por servidores da Susepe. O objetivo é abastecer os profissionais que não podem ter suas atividades paralisadas, por desempenharem um serviço essencial à sociedade.

As oficinas estão funcionando de forma voluntária, mas o projeto deve ser expandido até o final desta semana. O Departamento de Tratamento Penal da Susepe, por meio da Divisão de Trabalho, está organizando a implantação de 12 oficinas de confecção de máscaras distribuídas em todas as regiões penitenciárias do RS. Conforme a diretora da Divisão, Elisandra Minozzo, as máscaras produzidas seguirão resolução da Anvisa e obedecerão aos critérios técnicos e de higiene para produção.


Por farrapo.rs

Farrapo




Topo