COLUNAS - ECONOMIA


O checklist e a conjuntura das suas vendas
31/05/2022 00:00:00

Neste artigo pretendo apresentar as razões que, na minha visão, levaram a economia brasileira a surpreender positivamente no primeiro e, ao que tudo indica, também no segundo trimestre de 2022. Aqui peço atenção aos leitores, no trimestre. Para o semestre teremos que aguardar os indicadores. São três os motivos principais: (1) retorno de diversas atividades presenciais e a demanda reprimida por setores que sofreram muito com a pandemia – sobretudo serviços e o comércio de bens “não-essenciais”; (2) o impacto da alta das commodities sobre o Produto Interno Bruto (PIB); (3) as medidas de expansão da liquidez por parte do governo federal, como o saque emergencial do FGTS, o programa renda Brasil, antecipação do décimo terceiro salário e o novo Pronampe. Todavia, entendo que alguns fatores atuarão para moderar o crescimento no segundo semestre, entre eles: (a) a inflação e os juros elevados; (b) o panorama externo adverso; (3) a dificuldade dos empresários em acessar insumos e suprimentos; e (4) a incerteza eleitoral. É justamente por conta de um cenário desafiador que o “dever de casa” dos empresários ganha ainda mais importância. O “checklist” é essencial como um guia extremamente simplificado, mas que pode funcionar como um ponto de partida relevante para a identificação dos gargalos que impedem avanços sustentados no tempo. Aqui apresento sete direcionamentos: (1) como estão seus estoques? (2) tenho feito renegociação periódicas com prestadores de serviços, fornecedores e bancos? (3) Como reativo clientes e prospecto novos? (4) Como me protejo da inadimplência na hora de conceder crédito? A assertividade nesse processo é adequada? (5) meus meios de pagamento e as miniplataformas de comercialização são as mais adequadas para o consumidor? (6) reavalio constantemente meu mix de produtos? (7) qual a estratégia para cobrar meus devedores? Tenho absoluta convicção de que vendas acabam sendo perdidas por questões ao alcance dos empreendedores. O uso de ferramentas que permitam extração de inteligência dos dados para a tomada de decisão e aumento da previsibilidade financeira representa um grande diferencial competitivo para que a travessia por períodos turbulentos seja menos danosa à saúde do negócio.

 


Mateus Sangoi Frozza - Economista

Bacharel no Curso de Ciências Econômicas da Universidade Franciscana (UFN), Mateus Sangoi Frozza é Mestre em Economia Industrial e da Tecnologia pela Universidade do Vale dos Sinos, Unisinos, atua como professor universitário na UFN e em 2019 assumiu a Secretaria de Finanças do município de Santa Maria. Trabalhou ainda como pesquisador e coordenador do Índice de Custo de Vida de Santa Maria durante oito anos, consolidando pesquisas de mercado e inflação na cidade. Neste espaço, o professor e economista falou sobre alguns pontos fundamentais para o seu êxito profissional.

Mais

ACOMPANHE

|
|
ENDEREÇO

Rua Benjamim Constant, 906
Galeria Confiança • Sala 102 C
Centro • Caçapava do Sul, RS
CEP: 96570-000

HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

De Segundas a sextas:

• Das 9h às 12h pelo (55) 9.9981-8101

• Das 14h as 17h30 atendimento presencial

JORNALISMO, PUBLICIDADE e ANÚNCIOS

(55) 9.9981-8101

jornalismo@farrapo.com.br

© 2022 PORTAL FARRAPO. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: