Cultura

Museu Histórico de Caçapava do Sul passa por melhorias e busca alternativas virtuais para expor seu acervo

18/05/2020 16:25
 

Reformas na estrutura do prédio, higienização e atualização do catalogo do acervo histórico, são algumas das melhorias que estão sendo feitas no Museu Lanceiros do Sul, em Caçapava. Assim, como todas as áreas de salvaguarda de patrimônio do Estado, o espaço está fechado desde março, por conta da pandemia de coronavírus e do isolamento social.

Com as atividades canceladas por tempo indeterminado, o período será usado para fazer a manutenção do local. Conforme o Secretário de Cultura e Turismo, João Timótheo Esmerio Machado, o local passa por melhorias. “Estamos aproveitando este tempo para realizar a manutenção de janelas e piso. O prédio é muito antigo e como estava sempre aberto para visitação, não tínhamos como fazer esses pequenos consertos”, explica Timótheo.  Além destas ações, atividades como a catalogação dos documentos do Arquivo Histórico Nicolau Silveira Abraão, manutenção das prateleiras e organização das coleções da Biblioteca Pública Municipal Domingos José de Almeida também estão sendo feitas.

Este ano, de 18 a 23 de março, acontece a 18ª Semana Nacional de Museus, coordenada pelo IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), que terá como tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”.

De acordo com Timótheo, O SEM (Sistema Estadual de Museus) e o IBRAM estão aproveitando a data para debater o futuro dos Museus no Brasil pós-pandemia. “Acredito que, nesse momento, a internet será uma grande ferramenta para acessar as diferentes produções culturais, dentre as quais as áreas de salvaguarda de patrimônio, como Museus e Arquivos. Em todo o mundo, os museus estão facilitando o acesso a exposições de forma virtual. Estamos aguardando orientações da Secretaria de Cultura do Estado e do Sistema Estadual de Museus para ver como iremos proceder”. Como não há previsão de abertura destes espaços, o Museu Lanceiros do Sul e o Arquivo Histórico Nicolau Silveira Abraão, estão disponibilizando imagens dos materiais no Facebook do Centro Municipal de Cultura e novas ações estão sendo projetadas. “A tendência é que possamos fazer exposições de forma virtual, aproximando as pessoas da Arte e da Cultura, mesmo com o isolamento social. Temos a intenção de lançar um blog ou site específico do Museu e, assim, aproveitar esse espaço virtual para expor nossos materiais e divulgar nossas ações”, conclui.

 

Farrapo