Saúde

Cachoeira do Sul volta atrás e deverá apoiar o recurso para revisão da bandeira vermelha

11/07/2020 19:46
 

Sergio Aparecido Guinatti - Prefeito de Cachoeira do Sul

O prefeito de Cachoeira do Sul, Sergio Ghignatti, encaminhou na tarde deste sábado (11), para a Associação dos Municípios do Centro Serra (AMCSERRA), documento de apoio e adesão ao recurso que será enviado ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul, pedindo a revisão da classificação da Região em bandeira vermelha.

O recurso, conforme Decreto Estadual nº. 55.240/2020, deve ser enviado por uma associação e, por isso, a AMCSERRA encaminhará a documentação via formulário do Governo do Estado.

Mesmo autorizada a seguir com regras de bandeira laranja na próxima semana, a Prefeitura de Cachoeira do Sul está apoiando o recurso sob a justificativa de que existem critérios que podem ser analisados pelo Estado com mais razoabilidade. Do total de 12 cidades da Região 27, quatro não podem adotar o regulamento de bandeira laranja, entre elas está Caçapava do Sul.

O principal motivo da manifestação em recurso é o fato de que as hospitalizações no Hospital de Caridade e Beneficência (HCB), por regulação do Estado, estão ocorrendo com pacientes vindos de fora da macrorregião. Os dados impactam negativamente na nota regional. “Não discutimos a questão da obrigatoriedade de atendimento, porque isto, além de ser legalmente correto, é humanitário e solidário. Apenas queremos que a análise dos dados não se dê para prejuízo de Cachoeira do Sul e região. Chegamos a ficar por 5 dias sem novos casos confirmados. Queremos que o esforço de nossa população seja reconhecido pelo Governo do Estado”, considera Ghignatti.

Além da AMCSERRA, Cachoeira do Sul também encaminhou seu manifesto aos municípios da macrorregião, como Lajeado e Santa Cruz do Sul, para que possam anexá-lo aos seus recursos, caso entendam pertinente.

Ocorreio.com.br