Esporte

Caçapavano é um dos destaques do Inter que está na final do Campeonato Sul Brasileiro Sub 12

07/11/2019 14:28
 

Ricardinho é meia atacante da equipe Sub 12 do Sport Club Internacional (Foto: Divulgação)

Ricardo Chaves Ilha Martins, 12 anos, conhecido como Ricardinho, é um dos destaques do time Sub 12 do Internacional. Ele é meia atacante da equipe que está na final do Campeonato BG Prime Sul Brasileiro 2019.

A vaga na decisão foi obtida após a equipe do Inter vencer a Chapecoense nesta quarta-feira, 6, pelo placar de 2 a 0. Ricardinho fez o segundo gol da partida. A final do campeonato está marcada para este sábado, 9. Será um Grenal que ocorrerá no CT do Inter Morada dos Quero-Quero. 

Natural de Caçapava do Sul, Ricardinho começou a jogar futebol com 5 anos na extinta Escolinha Bate Bola do professor Letiere Moraes. O professor foi quem indicou Ricardo para também treinar em Santa Maria pelo Novo Horizonte onde foi vice-campeão estadual de futsal Sub 9 em 2016.

Aos 9 anos, por indicação do Novo Horizonte, Ricardinho fez teste no Inter. Seus avós maternos que o trouxeram no seu primeiro teste no Parque Gigante. Foram confiantes no seu talento e então começou a ser acompanhado. Treinava e participava de campeonatos pelo Esporte Clube Internacional de Porto Alegre em 2017/2018 onde foi Campeão Estadual de Futsal Sub 11 em 2018.

Em fevereiro desse ano, veio morar com sua dinda Fernanda Chaves em Porto Alegre para aperfeiçoar seus conhecimentos. Estuda pela manhã e treina de 3 a 4 vezes por semana, a tarde, no CT do Inter Morada dos Quero-quero, em Alvorada.

Os pais Mauricio Ilha e Patricia contam que seguem trabalhando em Caçapava do Sul e se organizam para estarem sempre com ele nos finais de semana e acompanhando seus jogos. O irmão Leonardo também joga futebol, é seu fã número 1 e torce muito pelas conquistas do Ricardo.

“O carinho e a torcida de toda família, Bisa, tios e primos é muito importante para o Ricardo seguir firme em sua trajetória.  O sonho dele é ser jogador de futebol e tem como ídolo, o jogador Kaká”, destacam os pais Mauricio e Patricia.

Farrapo




Topo