Saúde

Segunda onda de coronavírus deve ser combatida ainda sem vacinas, lembra OMS

19/11/2020 19:25
 

Imagem Reprodução

As vacinas não estarão disponíveis a tempo de erradicar a segunda onda do novo coronavírus, declarou nesta quarta-feira o diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pediu para continuar lutando contra a pandemia com medidas de prevenção.

As vacinas não são uma fórmula mágica e os países terão que "subir a ladeira" por enquanto sem essa arma, explicou a autoridade da OMS, Michael Ryan. As informações foram publicadas pela Agência France Presse (AFP).

A farmacêutica Pfizer disse nesta quarta-feira que os resultados finais da vacina experimental mostraram que ela era 95% eficaz, enquanto a concorrente Moderna relatou uma taxa de eficácia de 94,5%. A Rússia também relata taxa de eficácia de mais de 90% no imunizante que desenvolve.

 

O mundo registrou até agora 55,6 milhões de casos da Covid-19 e mais de 1,3 milhão de mortes, de acordo com a última contagem da AFP.

 

 

Rádio Guaiba



Topo